início do conteúdo

Comunidade indígena do Território Etnoeducacional do Xingu reivindica ao reitor do IFMT a criação do Campus Canarana

Publicado em: Reitoria / 7 de Março de 2018 às 12:24

Sessenta lideranças da comunidade indígena do Território Étnico Educacional do Xingu reivindicaram nessa terça-feira (06), em reunião com ao reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula, juntamente com representantes da Funai e Seduc, a criação do Campus Canarana. A reunião ocorreu no polo Leonardo, no Parque Nacional do Xingu. Durante a visita, o reitor também participou da formatura dos estudantes indígenas do curso de ensino médio regular da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc).  

Atualmente no município de Canarana existe um Centro de Referência que é ligado ao Campus Barra do Garças. O centro oferece curso técnico subsequente (para quem já terminou o ensino médio) e concomitante (o estudante faz o ensino médio em outra escola e faz somente o curso técnico no Instituto Federal) em Informática. Além disso, oferece cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) nas seguintes áreas: assistente administrativo e inglês básico.

Segundo o reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula, essa visita teve o objetivo de atender uma demanda do Xingu, através do território étnico educacional a questão de educação dentro do parque.

“O Instituto Federal de Mato Grosso é parceiro e participa dessa discussão com vistas a fortalecer o município de Canarana, vislumbrando algumas ações para o povo xinguano. Para 2018, fortaleceremos a permanência do Instituto Federal em Canarana”, ressaltou Willian de Paula.

Sobre a criação de um campus no município, ele explicou que foi realizado um projeto e protocolado no Mec. “Tivemos várias reuniões e possuímos parlamentares imbuídos em nossa causa. Essa semana tive uma agenda com o prefeito do município para validar o pedido que já está protocolado no ministério. Eu acredito que um campus vai projetar o município de Canarana num cenário educacional. Trazer tecnologia, pesquisa, extensão, com a potencialidade que esse filho e filha do trabalhador tem no município de Canarana e no seu entorno”.

Willian de Paula ressaltou que o Instituto tem se fortalecido na região do Araguaia-Xingu. “O trabalho que o Centro de Referência de Canarana já desenvolve, com turmas formadas e outras que vem deslumbrando com projetos novos. Eu estendo esse trabalho de destaque ao Campus Confresa que tem desenvolvido um trabalho impar na região, principalmente com a preocupação com a questão indígena com os povos xinguano e xavante”.

Ele ressaltou que uma das demandas é contribuir com a formação dos jovens no ensino médio e já existe um projeto de um curso técnico integrado ao ensino médio. Esse curso foi escrito por profissionais que compõem o nosso quadro do Centro de Referência em Canarana.

O coordenador do Centro de Referência em Canarana, Alexis Leal, falou que a criação de um campus em Canarana é de suma importância porque vai atender uma parte da região do Araguaia que não está coberta pelo IFMT. Ele contou ainda que o centro de referência já realizou um curso técnico em informática e audiovisual para Associação de Mulheres Yamurikumã

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Cáceres - Prof. Olegário Baldo

Av. dos Ramires, s/n - CEP: 78200-000 - Caixa postal: 244

Telefone: (65) 3221-2600

Cáceres/MT